quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

NAPO




Napo - o menino que não existiu
Inspirado texto de Edson Bueno,editado pela Positivo.
Foi uma delícia fazer esse trabalho =)







7 comentários:

Adilson Farias disse...

Que belas essas aquarelas! Gostei dos tons que utilizou. Muito bom!

Callangoscopio disse...

Olá, Cris.
Suas aquarelas são realmente demais, gosto muito das cores e traço dos personagem.

Edde Wagner disse...

Usando e abusando da atmosfera, né?!
Sabe que, ilustrando assim, me dá a impressão que você está se divertindo mais?!

Mello disse...

Oí Cris!Seu blog continua cada vez mais lindo,heim?!Há alguns dias estive em Belo Horizonte (moro bem pertinho de lá!)e vi o magnífico livro "Os Doze trabalhos de Hércules" na livraria Leitura, que você magnificamente ilustrou e fiquei "doido" para adquirir um exemplar, mas a grana estava "curta".Vou começar a fazer algumas economias e quem sabe entar em 2011 com uma bela obra destas nas mãos!? Parabéns pelo belíssimo trabalho!
Um abraço.

Jean-Claude disse...

Adorei a luz na garagem!

Caio Cardoso disse...

Oi Cris! Esse trabalho está maravilhoso! Amei como vc usa as variações do laranja! Lindo!

bjs
Caio

Pedro, Amara e Rozani. disse...

Olá,Cris
Estou encantada com o seu trabalho, parabéns!!!